Intolerância ao glúten – sim ou não?

Leave a comment

 

 

Em primeiro lugar, o que é o glúten?

Resumindo, é uma proteína encontrada no trigo e cereais relacionados, como a cevada e o centeio, entre outros; o glúten dá elasticidade à massa.

Na verdade, o glúten é composto por duas proteínas diferentes: gliadina e glutenina e constituem aproximadamente 80% da proteína contida no trigo.

A intolerância ao glúten não celíaca é a incapacidade ou dificuldade de digestão do glúten. Nessas pessoas o glúten danifica as paredes do intestino delgado, provocando diarreia, dor e inchaço abdominal, além de dificultar a absorção de nutrientes.

Se acha que pode ser intolerante ao glúten, assinale os seus sintomas:

1. Excesso de gases e barriga inchada após comer alimentos como pão, massa ou cerveja

Sim
Não
2. Alternância de períodos de diarreia ou prisão de ventre
Sim
Não
3. Tonturas ou cansaço excessivo após as refeições
Sim
Não
4. Irritabilidade fácil
Sim
Não
5. Enxaquecas frequentes que surgem principalmente após as refeições
Sim
Não
6. Manchas vermelhas na pele que podem dar comichão
Sim
Não
7. Dor constante nos músculos ou articulações
Sim
Não

Na presença desses sintomas, o ideal é fazer exames que confirmem o diagnóstico de intolerância, como exame de sangue, de fezes, de urina ou a biópsia intestinal.

Além disso, deve-se excluir da dieta todos os produtos que contenham essa proteína, como farinha, pão, biscoito e bolo, e observar se os sintomas desaparecem ou não.

Veja mais aqui

Nutricionista Denise Gomes

 

 

Post introduzido por Denise Gomes

5 hábitos da Nutri…

Leave a comment

Sinto que, por ser nutricionista, as pessoas pensam que venho de um planeta diferente (também ás vezes me questiono ). Fazem questões sobre o que como ou não, hábitos, curiosidades…enfim há de tudo 😉

Hoje é um post diferente mas há muito pedido.

Então, não sou de outro planeta mas… tenho algumas manias 🙈

Hoje deixo-vos 5 hábitos/ manias que tenho e não consigo passar sem…

  • Beber, religiosamente, água morna com limão;
  • Algures no meu dia juntar linhaça ou chia a alguma refeição;
  • Beber infusões ao longo do dia (seja qual for, principalmente após a refeição);
  • Ler rótulos, todos!!
  • Comer sempre salada ou sopa ás refeições.

Vou só acrecentar mais um tão importante como os os outros…fazer um detox todas as semanas! Importantíssimo para mim.

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Pão no microondas de morango e côco

Leave a comment

Ingredientes para 1 pãozinho:

-1 ovo (pode ser apenas a clara)

-1 colher de  sopa de farinha de aveia (pode trocar por outra farinha)

-1 colher sopa de iogurte com sabor a morango

– 1 colher de chá cheia de côco

– 1 colher de café de fermento em pó (de bolo)

 

Preparação:

Junte todos os ingredientes e misture bem com um garfo ou mixer. Coloque numa pequena travessa e não é preciso untar (eu uso uma da Tupperware). Leve ao microondas na potência alta cerca de 2 minutos e 20 segundos. Depois de pronto está pronto  a consumir mas pode rechear a gosto.

Sugestão para recheio: recheie com doce de frutos vermelhos sem açúcar.

 

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

A cenoura engorda?

Leave a comment

 

Quanto mais ouço que cenoura é proibida na dieta mais me faz confusão, acho estranho este assunto…mas cenoura é assim tão calórica? vejo pessoas, e até colegas de profissão que restringem a cenoura da dieta alimentar (há até livros famosos a restringir a cenoura).

Ou pode comer, mas só crua…

A cenoura não ganha açúcar só porque foi cozida!
Quer em cru quer cozida a quantidade de açúcar da cenoura é igual, são 3g de açúcar por 100g de cenouras. 3g!!! Que drama é este por causa de 3g?! . E se achar que 3g de açúcar é muito que podemos comparar com os 2g de açúcar que tem 100g de courgette ou uma maçã que tem 14g de açúcar.

Um aspeto a considerar é o chamado Índice Glicémico (IG) (já tem um post sobre isso aqui) que, de uma forma muito simples, representa o impacto que um determinado alimento tem na subida do açúcar no sangue. Alto Índice Glicémico significa que determinado alimento poderá aumentar muito o nível de açúcar no sangue e baixo Índice Glicémico significa que aumentará pouco. É sempre melhor optar por alimentos de baixo Índice Glicémico

Pensava-se que a cenoura, por ser doce, poderia ter um alto Índice Glicémico e mesmo aqui podemos estar descansados. Crua, ela tem um IG de 35 e cozida de 33. De acordo com a base de dados da Universidade de Sidney (www.glycemicindex.com) um alimento só é considerado com um alto IG se este estiver acima dos 55.

Engorda? Claro! Já conversamos aqui que tudo que come engorda, tudo que tem calorias engorda. Engorda mais que outros alimentos? Não!

Dramas há parte, já percebemos que cenoura não é um bicho papão, portanto deixei-na estar lá no frigorífico descansadinha há espera e ser consumida.

Benefícios da cenoura:

Já ouviu falar que a cenoura é rica em vitamina A e faz bem para os olhos (prevenindo doenças degenerativas da visão) e para a pele, mas esses felizmente não são os únicos benefícios da cenoura.

Outros:

– Fornece mais saciedade com menos calorias, o que também contribui para a luta contra a balança, já que se sentirá menos fome ao longo do dia;
– Melhora no funcionamento intestinal, contribuindo para a perda de peso;
– Pode atuar na redução nos níveis de LDL (colesterol ruim) graças à grande quantidade de fibras;
– Combate aos radicais livres que causam envelhecimento precoce e provocam doenças, como alguns tipos de cancro;
– Os antioxidantes da cenoura podem auxiliar na regulação dos níveis de açúcar no sangue, reduzindo os efeitos negativos do excesso de insulina e fornecendo proteção contra o diabetes;
– A cenoura crua é ótima para a limpeza natural dos dentes;
– As vitaminas da cenoura (sobretudo as do complexo B) contribuem para um melhor funcionamento do sistema nervoso e do aparelho digestivo;
– Melhora o sistema imune e combate infecções.

Só para esclarecer isto da cenoura, vejamos as calorias:
100 gramas: 45 kcal
1 cenoura média inteira (120g): 54 kcal
1 cenoura grande inteira (170g): 77 kcal
Calorias da Cenoura Cozida
Levemente mais calórica que a cenoura crua, a cenoura cozida tem a vantagem de aumentar a disponibilidade de alguns de seus nutrientes, como os antioxidantes. Por isso, para obter todos os benefícios da cenoura para a boa forma e saúde, intercale o consumo do alimento cru com o cozido.
Calorias da cenoura cozida em água sem sal:
100 gramas: 54 kcal
1 cenoura média inteira: 65 kcal
1 cenoura grande inteira: 92 kcal

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes