Intolerância ao glúten – sim ou não?

Leave a comment

 

 

Em primeiro lugar, o que é o glúten?

Resumindo, é uma proteína encontrada no trigo e cereais relacionados, como a cevada e o centeio, entre outros; o glúten dá elasticidade à massa.

Na verdade, o glúten é composto por duas proteínas diferentes: gliadina e glutenina e constituem aproximadamente 80% da proteína contida no trigo.

A intolerância ao glúten não celíaca é a incapacidade ou dificuldade de digestão do glúten. Nessas pessoas o glúten danifica as paredes do intestino delgado, provocando diarreia, dor e inchaço abdominal, além de dificultar a absorção de nutrientes.

Se acha que pode ser intolerante ao glúten, assinale os seus sintomas:

1. Excesso de gases e barriga inchada após comer alimentos como pão, massa ou cerveja

Sim
Não
2. Alternância de períodos de diarreia ou prisão de ventre
Sim
Não
3. Tonturas ou cansaço excessivo após as refeições
Sim
Não
4. Irritabilidade fácil
Sim
Não
5. Enxaquecas frequentes que surgem principalmente após as refeições
Sim
Não
6. Manchas vermelhas na pele que podem dar comichão
Sim
Não
7. Dor constante nos músculos ou articulações
Sim
Não

Na presença desses sintomas, o ideal é fazer exames que confirmem o diagnóstico de intolerância, como exame de sangue, de fezes, de urina ou a biópsia intestinal.

Além disso, deve-se excluir da dieta todos os produtos que contenham essa proteína, como farinha, pão, biscoito e bolo, e observar se os sintomas desaparecem ou não.

Veja mais aqui

Nutricionista Denise Gomes

 

 

Post introduzido por Denise Gomes

Coma hoje desinche amanhã

Leave a comment

Se mesmo ingerindo grandes quantidades de água costuma sentir desconforto provocado por gases e retenção de líquido logo pela manhã, saiba que talvez consiga resolver a situação se incluir na sua dieta alimentar noturno algumas opções que ajudam a aliviar o desconforto abdominal.

5 alimentos para comer hoje à noite e acordar desinchada amanhã:

Iogurte: boa fonte de bactérias probióticas, o alimento ajuda o sistema gastrointestinal a digerir e absorver os alimentos de forma adequada, evitando o inchaço.

Gengibre: termogénico, o alimento possui propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas que reduzem o inchaço, além de relaxar o intestino fazendo com que comida passe mais facilmente pelo sistema digestivo.

Sumo de limão: má digestão, inchaço e desconfortos intestinais também podem ser combatidos com a simples mistura de limão com um copo de água.

Alho: o alimento presente em todos as casas e essencial para garantir sabor aos pratos ajuda combater o inchaço por expulsar o excesso de sódio do corpo e aliviar o desconforto provocado por gases.

Melão: composta por 90% de água, a fruta hidrata o corpo, ajuda a eliminar as toxinas e combate o inchaço provocado pela retenção hídrica.

Nutricionista Denise Gomes

 

Post introduzido por Denise Gomes