Água com limão emagrece? – Guia completo

Leave a comment

Nas minhas consultas recomendo sempre beber água com limão, mas porquê Nutri? na verdade o que mais querem saber é…se emagrece.

O hábito de beber água com limão em jejum  popularizou-se depois da fama que esta bebida  ajudaria emagrecer, além de fazer um detox no organismo. Mas será que estes benefícios são verdadeiros?

Primeiro,  é errado afirmar que a bebida emagrece, afinal, se  a ingerir todos os dias e não manter uma boa alimentação e atividade física, de nada irá adiantar. Não há milagres. O importante é inserir este hábitos num conjunto de ações saudáveis.

No entanto, o limão é uma fruta cheia de benefícios. Um deles é o seu efeito adstringente, responsável por eliminar gases e dissolver excessos de gorduras. Neste caso, a bebida pode sim contribuir para o emagrecimento, desde que aliada a hábitos saudáveis.

O efeito depurativo do limão, por sua vez, ajuda a limpar o sangue e as células, sendo assim, a bebida realmente faz um detox no organismo.

Outros benefícios desta fruta amarga e poderosíssima:

  • Efeito digestivo: ajuda na salivação e prepara o organismo para uma digestão mais eficiente. Pré-digere alimentos densos como hidratos de carbono complexos, proteínas e gorduras.
  • Efeito mineralizante: ajuda o organismo a fixar sais minerais como ferro, cálcio, potássio, magnésio, entre outros.
  • Efeito antibacteriano e antivirótico: por ser uma bebida alcalina, atua como antibiótico natural e detém o avanço de infecções internas.
  • O sabor azedo dá a ideia que aumenta a acidez no organismo. Mas não é o que acontece. O limão tem ação alcalinizante (outro mérito do ácido cítrico) e, por isso, deixa o pH do sangue e de outros líquidos corporais menos ácidos. Isso favorece o funcionamento do metabolismo e do organismo como um todo, facilitando a perda e a manutenção do peso. Por ter ação antisséptica, ele ainda combate os microrganismos inimigos que provocam fermentação no estômago e no intestino. Ou seja, é um alimento que pode evitar o acúmulo de gases.
  • Os antioxidantes presentes no limão combatem os danos provocados pelos radicais livres. Por outras palavras, retardam o envelhecimento precoce da pele. A vitamina C presente neste alimento também é importante para a produção de colagénio, uma proteína que dá firmeza e elasticidade à pele.
  • Beber água com limão com regularidade pode ajudar a eliminar a acidez total do corpo, incluindo o ácido úrico nas articulações, que é uma das principais causas de dor e inflamação.
  • Mais energia. O limão é um dos poucos alimentos que contêm íons com carga mais negativa, proporcionando ao nosso corpo mais energia quando entra no trato digestivo.

Por que em jejum?

Começar o dia a beber água com limão facilita as reações de digestão do organismo e auxilia a eliminação de restos de metabólitos que foram produzidos durante a sua noite de sono.

Mesmo quem opta pelo sumo detox no desjejum, pode tomar a água com limão. O ideal é tomar a bebida 15 minutos antes do sumo. Para preparar a água com limão, basta espremer meio limão num copo com água morna.

Dicas sobre o consumo da água com limão em jejum

  • Apesar da bebida não ter contraindicações, é normal, nos primeiros dias, sentir náuseas, enjoos, ânsia, diarreia, gosto mau na boca, dor de cabeça, cansaço e até comichão. Estes sintomas são comuns e indicam que o corpo está a desintoxicar. É uma resposta muito rápida de um organismo que certamente está a consumir alimentos menos bons há muito tempo, e na primeira oportunidade  inflama e libera.
  • A água com limão em jejum pode ser tomada diariamente, entretanto, não é necessário exagerar no consumo. O ideal é tomá-la apenas em jejum e antes do almoço, para facilitar a digestão.

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

o sushi engorda?

Leave a comment

 

Seja na forma embalada ou fresca, o sushi já é um alimento queridinho pela aceitação que possui. E é fácil perceber porquê. Mas uma das dúvidas mais comum é: O sushi engorda?

Bem, a resposta mais correta aqui será depende. Por norma, a base do sushi é apenas arroz, peixe cru e vegetais. Apesar do sushi possa ter menos calorias do que outras refeições, não significa que não engorde. Repare. Antes de mais, o sushi tem um índice glicémico elevado, graças ao arroz branco e ao açúcar adicionado na sua confecção. Entre os formatos de sushi preferidos destaca-se os de salmão ou atum. Em ambos os casos possuem aproximadamente 40 calorias por unidade (em média). Um dos grandes “problemas” do sushi é a adição de molhos, recheios, fritos ou quantidades de molho de soja exageradas (que é extremamente rica em sódio) que, mesmo sem se dar conta, acabam por transformar aquelas pequenas peças de sushi em verdadeiras bombas calóricas.

A preferir: No Sashimi há fatias leves de atum ou salmão, grelhadas ou cruas, repletas de ómega-3, proteínas, vitaminas e minerais, sem contar que na sua forma pura não contém hidratos de carbono. Uma boa dica é colocar um sashimi em cima de cada peça de sushi do seu prato. Desta forma,  estará a melhorar a proporção de proteínas em cada sushi que come e trará maior saciedade na refeição.

Coma mas não abuse

Mas se é amante desta iguaria, não desespere. Há boas notícias para si e para o seu peso. Se não quer engordar graças ao sushi pode começar por ter atenção às quantidades que ingere e aos molhos.

Nota: Se está no foco para perder aquela barriga indesejada e pretende “secar” vamos evitar o sushi 🙂

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

A minha experiência com…Barras Raw Naturefoods

Leave a comment

Há pouco tempo foi me dado a conhecer as as Barras Raw Naturefoods do Celeiro. E eu adorei!

Eu, pessoalmente, não gosto daquelas barras muuuuito processadas que parecem pó. Algumas  até são ricas em proteína e menos calóricas que estas. No entanto, estão carrgadinhas de ingredientes pouco naturais. Eu sou adepta géneros alimentícios com uma lista de ingredientes mais curta e com  ingredientes naturais. E é isso que as Barras Raw Naturefoods do Celeiro oferecem! A cada dentada sentimos a textura dos seus componentes e são uma verdadeira delícia e mais saudáveis que muitas no mercado.

Para além destas vantagens, importa ainda salientar, que estas barras são:

• Isento de glúten

• Sem lactose

• Alto teor em fibra

• Sem adição de açúcares. Contém açúcares naturalmente presentes.

O valor nutricional é bastante bom, pelo que pode constituir  uma alternativa para um lanche rápido ou pré-treino.

Eu tenho sempre um snack rápido na bolsa e esta barrinha já faz parte dos meus must-have 😊

Partilhem os vossos Must-have também nos comentários ou no insta 💚

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Nunca foi sobre a comida

Leave a comment

Nunca foi sobre a comida…

São precisos alguns meses, momentos de reflexão, algumas quedas para perceber que, em algum momento, da sua jornada de ganho e perda de peso, provavelmente já lhe passou pela cabeça que nunca foi sobre comida.

Para todos nós que podem ter lutado ou ainda nos esforçamos para comer de uma maneira que representa o nosso melhor esforço para cuidar de nós mesmos, é só isso, uma escolha.

Uma vez que esteja “armado” com informações e verdades sobre a comida, não há mais nada a acontecer com nossas escolhas. Seja ou não comer uma refeição ou um lanche que seja “saudável” ou “bom” ou “nutritivo” para si tem pouco a ver com comida por si só. O que você escolhe para comer tem quase tudo a ver com: Suas prioridades. Sua auto-estima. Suas escolhas. Seu foco. Sua atenção.

Caso isto não aconteça, há mais aí no subconsciente que não o deixa seguir em frente com as melhores escolhas. Assim sendo é tempo de refletir. É tempo de perceber o que a faz ficar parado e auto-sabotar o tempo todo.


O que você escolhe para comer e o que você sente sobre isso é um reflexo direto da sua capacidade de traduzir como se sente e sobre as ações diárias que manifestam esses sentimentos na realidade. O que estou a dizer é de  pura e total auto-compreensão de que as escolhas que todos fazemos em torno da comida (do que vamos comer como nos sentimos sobre nós mesmos uma vez que o comemos!) Tem tudo a ver com auto-percepção.  Eu acho que, uma vez que sabemos o que é Comida (como a maioria de nós sabe que um pastel de nata não é “Comida”, por exemplo), a conexão – ou desconexão – entre o saber e o fazer. É TUDO. Concorda?

 

Um pequeno pedaço de informação é muito importante. A informação faz-nos comer de forma consciente e é isso que eu pretendo com este blog e com as consultas, claro! porque tudo o resto não é sobre comida, é sobre SI!  Você faz a conexão e o esforço. E você faz o trabalho para traduzir seu desejo de mudança NA MUDANÇA REAL. Há uma pequena ressalva aqui, e é uma janela muito curta quando é sobre a comida. Esse tempo é o breve momento entre quando você desperta para o fato de que você precisa fazer uma mudança e o momento que precisa de novas informações sobre alimentação entrem no seu estado de consciência.

Depois de se conscientizar ou acordar a verdade, você sempre soube – que a comida real é o que os seres humanos são naturalmente concebidos para consumir – então esta janela fechou. O tempo de não saber acabou e o tempo de ação deve começar.

 

Post introduzido por Denise Gomes