Giveaway – Reduzir desejo por doces

Leave a comment

Giveaway

 Estamos no auge do verão, há  praia, piscina, família, amigos…e há tentações! São os gelados, as bolas de Berlim, uma cerveja bem gelada…enfim difícil é resistir.

Mas para combater o desejo por doces e manter a boa forma a Pharma Nord e a NutriMais têm três (3) caixas de Crómio para oferecer em modo de celebração de verão!

O crómio é um nutriente que acelera a perda de peso e tem um papel importante na prevenção da diabetes.

É um ótimo suplemento para tomar em qualquer altura do ano, mas é em períodos que sucedem os excessos alimentares cometidos nas férias e nas alturas em que as pessoas se começam a preparar para o verão. Perder os quilos a mais nem sempre é uma tarefa fácil mas este nutriente pode ser uma boa ajuda, facilitando o processo.

Como participar?

Passatempo REDUZIR O DESEJO POR DOCES
Quer manter a glicemia estável e ficar mais elegante?
Temos 3 embalagens de BioActivo Crómio para ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue, e diminuir o apetite por doces.
Para participar só tem de:
– Fazer “Gosto” na minha página do Facebook
– Colocar um “Gosto” na foto do Giveaway

– Fazer “Gosto” na página do Facebook da Pharma Nord Portugal
– Partilhar no seu mural do Facebook  em modo público, identificando 3 amigos.

O vencedor será seleccionado aleatoriamente através do Random.org , no dia 21 de Agosto de 2017 e publicado aqui no blog às 21h. A Pharma Nord fará o envio de um BioActivo Crómio (30 comprimidos) aos vencedores, via CTT nacional.
Boa Sorte! 💚

Nutricionista Denise Gomes

 

Post introduzido por Denise Gomes Tagged

Pão de banana

Leave a comment

Pão de banana saudável e delicioso  usando, apenas, poucos e ingredientes saudáveis. Esta deliciosa receita pode ser feita para o pequeno-almoço ou lanches.

Ingredientes
  • 1½ chávena de banana  (cerca de 3-4 bananas)
  • 1 iogurte de aromas de banana
  • 5 colheres de sopa de azeite
  • 2 ovos grandes
  • 1½ chávena de farinha de trigo integral 
  • ¼ chávena de farinha de linhaça (lunhaca moída)
  • ¾ colher de chá de bicarbonato de sódio
  • ½ colher de chá de sal
  • 1 colher de chá de canela
Instruções
  1. Pré-aqueça o forno a 250º.
  2. Numa tigela misture a banana, o  iogurte, o azeite e ovos.
  3. Coloque depois os ingredientes secos, colocar a farinha, farinha de linhaça, bicarbonato de sódio, sal e canela.Misture até que todos os ingredientes sejam combinados.
  4. Despeje numa forma previamente untada e coza por 55 minutos ou até que o centro é cozido. Pode verificar isso com um palito ou faca afiada.
  5. Deixe o pão Corte em 16 pedaços e sirva.

Instruções de acondicionamento
Este pão pode ser feito  e armazenado no frigorifico toda a semana ou no congelador até 3 meses. Eu recomendo embrulhar num plástico ou colocar num saco de congelação.

Informação calórica
1 porção –  Calorias: 165
Nutricionista Denise Gomes
Post introduzido por Denise Gomes

Nem tudo é o que parece…

2 Thoughts

Nem tudo o que é mau se vê e nem tudo o que é mau dói. Doenças como  hipertensão e a diabetes  não doiem. Mas são doenças que matam (e cada vez mais).

Hoje em dia é muito comum comprar tudo já feito. Chegamos ao supermercado, tiramos da prateleira e vai direto para o prato.

Os alimentos processados são práticos e estão em todo o lado. Mas constituem um verdadeiro veneno para a saúde e o pior é que os adultos, inocentes (ou não), fartam-se de oferecer este tipo alimentos aos filhos por estarem muito ocupados para fazer, preparar comida “de verdade”.

Estes alimentos têm excesso de açúcar e de sal muitas vezes escondidos ou indecifráveis (veja também este post), e podem ser responsáveis por diabetes e hipertensão, por exemplo.

As altas temperaturas e a manipulação a que estes alimentos estão sujeitos ajudam a subtrair algumas das suas vitaminas. Por isso são chamados de “geradores de fome”, uma vez que o excesso de açúcar presente, juntamente com facto de serem pobres em fibras, faz com que a sua absorção seja mais rápida. É uma espécie de ciclo vicioso pouco saudável e facilmente viciante.

Outro problema são os aditivos. A lista destes aditivos é enorme e o seu consumo sem conhecimento e moderação podem gerar inflamação em contacto com o organismo.

Mas calma! não vamos já retirar os aditivos todos da alimentação. Há aditivos com papel importante na prevenção de intoxicações alimentares e os conservantes que travarem a multiplicação de micro-organismos, prolongado a vida dos alimentos, aconselha-se o seu consumo com moderação.

A premissa seguinte é, então, conhecer quais as consequências da sua ingestão prolongada.

Comer com moderação é a palavra-chave.

Da próxima vez que fizer a lista de compras, tenha em conta alguns alimentos processados que pode encontrar no supermercado:

  • enchidos
  • charcutaria variada
  • enlatados e conservas
  • caldos industrializados
  • biscoitos, bolachas, tostas, barras de cereais e cereais de pequeno-almoço
  • doces, gomas e misturas instantâneas para bolos
  • molhos (ketchup e maionese incluídos)
  • batatas fritas de pacote, salsichas, pão de forma de longa duração
  • refrigerantes, sumos sem gás…

Nutricionista Denise Gomes

 

Post introduzido por Denise Gomes

Arroz de couve-flor

Leave a comment

Arroz de couve-flor! Adoro esta receita para guarnecer o prato sem recorrer aos hidratos de carbono.  Para alem do sabor delicioso ainda tem a vantagem de ter quase um terço das calorias.

Também é uma ótima maneira de fazer a criançada comer legumes  😉

 

Ingredientes
1 couve-flor grande
1 col. (sobremesa) de azeite extravirgem
1/2 cebola grande picada

1 dente de alho espremidos ou picados
Sal, pimenta e salsa a gosto

Modo de fazer

  • Corte os talos da couve-flor (guarde-os para preparar uma sopa) e use apenas o restante.
  • Coloque no processador (1,2,3), até que o conteúdo esteja reduzido no tamanho de cuscuz ou grãos de arroz.
  • Numa frigideira coloque a cebola e o alho e deixe alourar no azeite.
  • Coloque a couve-flor picada na frigideira e tempere a gosto.
  • Cubra a frigideira e cozinhe a couve-flor por 5-7 minutos até estar amolecida.

Mexa com cuidado para não virar puré e sirva.

Nutricionista Denise Gomes

 

Post introduzido por Denise Gomes