Alimentos termogénicos

Leave a comment

Os alimentos termogénicos são ótimos aliados na perda de peso porque para além de deliciosos e versáteis, também são conhecidos como queimadores de gordura. Estes elevam a temperatura corporal e aceleram o metabolismo aumentando o gasto energético em torno de 10%. A sua ação transforma em energia as calorias vindas da alimentação. Pode ver estes efeitos potencializados principalmente quando consumidos dentro de uma rotina de vida saudável, com alimentação balanceada e prática frequente de atividade física.

Alimentos/ substâncias termogénicos:

  • chá verde
  • canela
  • gengibre
  • Chá de hibisco
  • óleo de côco

Bebida caseira termogénica:

– 200 ml de chá verde

– 2 rodelas de gengibre

– 1 pitada de canela

– 2 pedras de gelo

Bater todos os ingredientes no liquidificador e consuma.

 

Nota ⚠️⚠️

Alguns alimentos não são indicados para quem tem qualquer alergia ou restrição alimentar como, por exemplo, a pimenta e a canela. Outros alimentos como chá verde, cafeína, etc, não são indicados para gestantes, hipertensos e pessoas com distúrbios do sono. É o caso também das bebidas termogénicas que combinam várias substâncias para atuarem na disposição e oxidação das gorduras. A orientação é não exagerar no consumo diário e sempre consultar o nutricionista.

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Alternativas fit para o doces de Natal

Leave a comment

 img_4645

Não querer engordar no Natal não é sinónimo de não poder comer os doces tão tradicionais do Natal. O Natal também é saborear tradições. Neste Natal mentalize a palavra: equilíbrio

Ao confecionar os seus doces para a Consoada, faça pequenas alterações nas receitas de Natal e delicie-se sem culpa. Pequenas mudanças, grandes resultados.

ALTERNATIVAS LIGHT

Rabanadas
Utilize açúcar light ou adoçante, leite meio gordo, fatias de pão mais finas e
aumente a proporção das claras face às gemas. Experimente fazê-las no forno ou, se fritar, use uma boa quantidade de papel absorvente
para eliminar a gordura. Tem a receita de rabanadas saudáveis aqui.

Sonhos
Faça sonhos de maior dimensão, uma vez que porções pequenas absorvem mais gordura e temos tendência para comer mais.

Azevias
As que têm recheio de gila contêm mais açúcar do que as de batata doce e de grão. Se as fizer em casa opte por adicionar menos açúcar.

Bolo-rei
Por conter frutas cristalizadas têm mais açúcar do que o bolo rainha. Mas este também não é inocente, uma vez que tem muita gordura.
Retirar os frutos cristalizados e/ou secos da cobertura ajuda a reduzir o seu valor calórico. Receita saudável aqui.

Arroz doce, aletria e leite creme

Faça-os com leite magro e diminua a quantidade de açúcar e de gemas.

Lampreia de ovos
Evite. É uma escolha muito calórica. A opção é comer muito pouco.

 

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Melhorar a circulação sanguínea

Leave a comment
Má circulação sanguínea, eu tenho!
Assim como eu há imensas pessoas que sofrem de má circulação e por isso decidi partilhar convosco as minhas dicas. Dicas estas, que me ajudam a contornar estas desordens provenientes da má circulação, como as varizes e pernas inchadas (há dicas em que os meus tornozelos dobram de tamanho). Estas desordens podem não ser graves mas são bastante incómodas.
Varizes, flebites, pernas inchadas, cansaço, dores, sensação de peso são alguns dos efeitos indirectos da má circulação de retorno, ou seja, aquela que flui pelas veias em direção ao coração.
Estas complicações não são graves, no entanto, se não forem tratadas a tempo, podem originar complicações de maior gravidade e reduzir a qualidade de vida.
1. Coma de forma variada e equilibrada 

 É necessário comer de forma variada e equilibrada (para controlar o ganho de peso que favorece a obstrução das artérias) e apostar nos alimentos ricos em antioxidantes porque protegem as paredes vasculares. Os Frutos, os legumes, os cereais, as gorduras insaturadas e as carnes magras são nossos aliados nesta batalha.

 

2. Aposte nos alimentos ricos em fibras

Favorecem o trânsito intestinal, o que evita o aumento de pressão abdominal, a debilitação das paredes das veias e da parede do cólon, reduzindo o risco de sofrer de prisão de ventre, varizes e hemorróidas e a acumulação de toxinas no sangue.

As frutas secas e frescas, as leguminosas, as verduras e hortaliças, os cereais e alimentos integrais são grandes aliados dos intestinos. Se seguir a regra de ingerir cinco porções diárias de vegetais, não lhe vai faltar fibra.

3. Tranque o saleiro (UM MINUTO de silêncio por esta medida…que é o meu ponto fraco)

O excesso de sódio não é só contra-indicado em pessoas com hipertensão arterial. Também favorece a retenção de líquidos, obrigando o coração, o fígado e os rins a trabalharem acima das suas possibilidades, fomentando problemas circulatórios.

Evite as conservas, sopas de pacote, molhos, bolachas, enchidos, queijos curados, carnes e peixes salgados ou fumados e pré-cozinhados.  Utilize as As ervas aromáticas, são excelentes substitutas do sal.

4. Prefira as gorduras insaturadas

Ao contrário das saturadas, presentes nos lacticínios gordos e nas carnes vermelhas, estes lípidos podem reduzir a viscosidade do sangue, favorecendo a fluidez da corrente sanguínea. São gorduras importantes para regular a pressão arterial, a vasodilatação e a coagulação.

Estes ácidos gordos encontram-se, sobretudo, nos óleos de sementes de girassol, milho e soja, azeite, nos frutos secos (nozes e amêndoas), abacate e nos peixes gordos.

5. Hidratação é vida

Deve beber entre 1,5 a 3 litros de água por dia para facilitar a eliminação de toxinas e melhorar a circulação. Também pode recorrer às infusões, como as de chá ou de gingko biloba (beneficia a irrigação cerebral).

Os meus truques extra:

 Massagem nas pernas

Sim. Massajar as pernas de baixo para cima alivia em caso de pernas inchadas.

Pernas para ar

Levantar um pouco os membros inferiores enquanto se está sentado ou mantê-las elevadas quando se está deitado favorece o retorno venoso. Para tornar a circulação mais fluída, erga as pernas alguns minutos por dia e durma com as pernas mais altas do que a cabeça, subindo ligeiramente a parte da cama onde repousa os pés, com uma almofada.

Suplemento BioActivo Biloba Forte

Todos os dias tomo alguns suplementos para me ajudarem em vários factores do meu dia-a-dia e um deles é o BioActivo Biloba Forte. Já vou na minha terceira caixa desde que fui convidada a experimentar  e já não dispenso.

Características de BioActivo Biloba Forte:
BioActivo Biloba Forte permite manter uma boa circulação sanguínea, por exemplo no cérebro e nos vasos sanguíneos. Deste forma, as células são fornecidas com mais oxigénio e nutrientes. Muitas pessoas também encontraram em BioActivo Biloba Forte uma boa solução para o problema das mãos e dos pés frios.
Devido ao teor elevado de extracto de Ginkgo biloba por comprimido, é possível obter o efeito desejado em 4 semanas, aproximadamente, apenas com 1-2 comprimidos por dia.
Quando o fornecimento de sangue às células e tecidos é reduzido, pode haver tendência para ter as mãos e os pés frios. BioActivo Biloba Forte pode ajudar o fluxo sanguíneo, desta forma deve-se evitar tomar produtos com Ginkgo biloba antes de uma cirurgia planeada (devido ao risco de hemorragia).

Espero que tenham gostado destas dicas e partilhem também as vossas nos comentários 🙂

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

7 alimentos que não faltam na minha dieta

Leave a comment

7 alimentos que não faltam na dieta: 

Quem já tentou emagrecer com saúde sem contar com a orientação de profissionais sabe que o processo, além de mais de difícil, raramente se mantém. O papel de um nutricionista na hora de elaborar um plano alimentar é fundamental para evitar comprometer o bom funcionamento do corpo e o efeito iô-iô.

Conhecer o que eu e muitos nutricionistas colocam no prato é uma boa maneira de se guiar e observar quais tipos de nutrientes são importantes para a dieta.

Abacate: rico em gorduras boas, o alimento é poderosa fonte de antioxidantes e pode ser consumido com batidos, na salada ou no preparação de guacamole.

Óleo de coco: excelente fonte de gordura boa, o alimento ainda é rico em ácido caprílico e láurico, substâncias que aumentam a imunidade, e pode ser opção para garantir energia antes do treino, já que possui absorção quase que imediata.

Quinoa: proteína vegetal rica em aminoácidos essenciais, o alimento ainda é fonte de fibras e triptofano, que promove aumento da serotonina, neurotransmissor responsável pelo bem-estar. Pode ser incluído como acompanhamento no segundo prato ou em confecções culinárias como na preparação de hambúrguer. Aqui, no blogue encontra imensas receitas com este superalimento.

Hortícolas: boas fontes de vitaminas, minerais e antioxidantes, são naturalmente pouco calóricos e, portanto, podem ser consumidos em abundância. Procure variar nas cores.

Azeite: rico em óleos monoinsaturados, o alimento traz saciedade e sabor para qualquer prato e, cru, pode ser incluído em todas as refeições.

Ovo: rico em colina, uma substância excelente para a saúde cerebral, o alimento possui boa concentração de nutrientes e é uma boa fonte de proteína.

Aveia: Sendo um dos hidratos de carbono complexos mais interessantes do ponto de vista nutricional, é um ótimo alimento a incluir ao pequeno-almoço e em refeições intermédias.

Contém ainda um alto teor de fibra, o que faz com que este cereal tenha uma ação reguladora do trânsito intestinal, evitando a prisão de ventre, enquanto impede a proliferação de células cancerígenas no cólon. Ainda ajuda a baixar os níveis de colesterol, ao mesmo tempo que reduz a pressão arterial.

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes