DIA DA MULHER – 2018

Leave a comment

Parabéns a todas as mulher guerreiras que somos, pela força que temos, pelo espaço que adquirimos na sociedade e pela determinação. Trabalhamos, cuidamos da casa, da família, cão e do piriquito e ainda temos energia. Mas para potencializar os nossos super-poderes alguns cuidados com a alimentação são indispensáveis, para se ter boa saúde e beleza.

NUTRIENTES ESSENCIAIS para as guerreiras:

  • Isoflavona: É um fitoestrogénio, ou seja, é uma substância naturalmente encontrada na soja que se assemelha à hormona estrogénio. Por isso, acaba por atuar no organismo como se fosse a hormona  feminina, sendo assim, diminui os sintomas da TPM, como irritabilidade, depressão e insónia e também da menopausa, reduzindo aquelas ondas de calor. A isoflavona atua também reduzindo a manifestação do cancro de mama. Alguns dos alimentos que possuem são: grãos de soja, proteína texturizada de soja, leite de soja, tofu, linhaça e brotos de alfafa.
  • Piridoxina ou Vitamina B6: A mulheres, em geral, sofrem com a retenção de líquidos e a vitamina B6 consegue ajudar bastante nesse sentido. Só para constar, esse inchaço pode ser causado por alterações hormonais, problemas no coração, nos rins, no fígado ou mesmo na tiróide, sedentarismo, alimentação desequilibrada, medicamentos e calor excessivo. A vitamina B6 é encontrado, por exemplo, no gérmen de trigo, salmão, frango, fígados, nos legumes, nos cereais integrais, na banana e na batata.
  • Triptofano: É precursor da serotonina, que é responsável por regular o sono, o apetite, o humor, a sensibilidade a dor, o ritmo cardíaco, a temperatura corporal e as funções intelectuais. Para as mulheres é tão importante, pois atua no controle da ansiedade, da depressão, do humor, da agressividade, do comportamento compulsivo, além de diminuir a vontade de comer doce, que é muito frequente nas mulheres. As fontes alimentares são: carnes magras, peixes, leites e iogurtes magros, queijos magros, castanhas e feijões.
  • Cálcio:  Este mineral é o mais abundante no corpo. As suas reservas fazem-se na infância, daí a importância do seu consumo nessa fase. Na gestação e na lactação, são necessários em maior quantidade para suprir mãe e filho. A partir dos 50 anos, começa-se uma perda da quantidade das reservas corporais, daí pode surgir a osteoporose. Os alimentos ricos em cálcio são: vegetais verde-escuro como brócolos, espinafre, rúcula e agrião, sementes de sésamo, leite e derivados.

Super smoothie para mulheres:

– 2 porções de espinafre congelado ou 1 mão cheia de espinafre fresco

– 20g de aveia

– 1 banana

– 200ml de bebida de soja

Triture tudo no liquidificador até obter um líquido cremoso e já está 💚

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Marmitar

Leave a comment

Cada vez mais torna-se um hábito entre os Portugueses o uso de lancheiras. São opções práticas, que podem ser económicas e permitem opções variadas e saudáveis.
Optar por levar o almoço ou o lanche de casa permite uma melhor gestão do tempo, uma maior flexibilidade de horários para fazer as refeições, mas também fomenta hábitos de vida saudável com quem nos rodeia. É bom ser um exemplo a seguir 😉
Pode e deve adaptar a sua lancheira às condições que o seu local de trabalho dispõe para fazer as refeições. O ideal será ter onde aquecer e refrigerar os alimentos, não obstante, se não tiver, não desanime. Hoje em dia existem lancheiras com compartimentos para auxiliar no processo de refrigeração e termos para manter os alimentos quentes.

Cuidados:
Independentemente da opção que possa escolher, torna-se importante uma adequada lavagem dos recipientes e utensílios, de forma a evitar o desenvolvimento de maus odores e microrganismos. Deve ainda separar os alimentos quentes dos alimentos frios, bem como de guardar molhos para salada separados, para adicionar apenas na altura de consumir.

Sugestões para lanches e almoços:

Para almoço:
100g de massa farfalle com 1 lata de atum escorrido, com 20g de espinafres cozidos, polvilhado com queijo ralado e orégãos
Sobremesa: 1 dióspiro

Ou
½ chávena almoçadeira de batata doce cozida com ½ chávena de brócolos cozidos e 2 ovos cozidos
Sobremesa: 1 maçã assada com canela em pó

Para lanche:
1 iogurte sólido de aromas com 3 bolachas Maria

Ou
1 pão de cereais com manteiga de amendoim e 1 infusão de lúcia-lima.

Post introduzido por Denise Gomes

Alimentos termogénicos

Leave a comment

Os alimentos termogénicos são ótimos aliados na perda de peso porque para além de deliciosos e versáteis, também são conhecidos como queimadores de gordura. Estes elevam a temperatura corporal e aceleram o metabolismo aumentando o gasto energético em torno de 10%. A sua ação transforma em energia as calorias vindas da alimentação. Pode ver estes efeitos potencializados principalmente quando consumidos dentro de uma rotina de vida saudável, com alimentação balanceada e prática frequente de atividade física.

Alimentos/ substâncias termogénicos:

  • chá verde
  • canela
  • gengibre
  • Chá de hibisco
  • óleo de côco

Bebida caseira termogénica:

– 200 ml de chá verde

– 2 rodelas de gengibre

– 1 pitada de canela

– 2 pedras de gelo

Bater todos os ingredientes no liquidificador e consuma.

 

Nota ⚠️⚠️

Alguns alimentos não são indicados para quem tem qualquer alergia ou restrição alimentar como, por exemplo, a pimenta e a canela. Outros alimentos como chá verde, cafeína, etc, não são indicados para gestantes, hipertensos e pessoas com distúrbios do sono. É o caso também das bebidas termogénicas que combinam várias substâncias para atuarem na disposição e oxidação das gorduras. A orientação é não exagerar no consumo diário e sempre consultar o nutricionista.

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Melhorar a circulação sanguínea

Leave a comment
Má circulação sanguínea, eu tenho!
Assim como eu há imensas pessoas que sofrem de má circulação e por isso decidi partilhar convosco as minhas dicas. Dicas estas, que me ajudam a contornar estas desordens provenientes da má circulação, como as varizes e pernas inchadas (há dicas em que os meus tornozelos dobram de tamanho). Estas desordens podem não ser graves mas são bastante incómodas.
Varizes, flebites, pernas inchadas, cansaço, dores, sensação de peso são alguns dos efeitos indirectos da má circulação de retorno, ou seja, aquela que flui pelas veias em direção ao coração.
Estas complicações não são graves, no entanto, se não forem tratadas a tempo, podem originar complicações de maior gravidade e reduzir a qualidade de vida.
1. Coma de forma variada e equilibrada 

 É necessário comer de forma variada e equilibrada (para controlar o ganho de peso que favorece a obstrução das artérias) e apostar nos alimentos ricos em antioxidantes porque protegem as paredes vasculares. Os Frutos, os legumes, os cereais, as gorduras insaturadas e as carnes magras são nossos aliados nesta batalha.

 

2. Aposte nos alimentos ricos em fibras

Favorecem o trânsito intestinal, o que evita o aumento de pressão abdominal, a debilitação das paredes das veias e da parede do cólon, reduzindo o risco de sofrer de prisão de ventre, varizes e hemorróidas e a acumulação de toxinas no sangue.

As frutas secas e frescas, as leguminosas, as verduras e hortaliças, os cereais e alimentos integrais são grandes aliados dos intestinos. Se seguir a regra de ingerir cinco porções diárias de vegetais, não lhe vai faltar fibra.

3. Tranque o saleiro (UM MINUTO de silêncio por esta medida…que é o meu ponto fraco)

O excesso de sódio não é só contra-indicado em pessoas com hipertensão arterial. Também favorece a retenção de líquidos, obrigando o coração, o fígado e os rins a trabalharem acima das suas possibilidades, fomentando problemas circulatórios.

Evite as conservas, sopas de pacote, molhos, bolachas, enchidos, queijos curados, carnes e peixes salgados ou fumados e pré-cozinhados.  Utilize as As ervas aromáticas, são excelentes substitutas do sal.

4. Prefira as gorduras insaturadas

Ao contrário das saturadas, presentes nos lacticínios gordos e nas carnes vermelhas, estes lípidos podem reduzir a viscosidade do sangue, favorecendo a fluidez da corrente sanguínea. São gorduras importantes para regular a pressão arterial, a vasodilatação e a coagulação.

Estes ácidos gordos encontram-se, sobretudo, nos óleos de sementes de girassol, milho e soja, azeite, nos frutos secos (nozes e amêndoas), abacate e nos peixes gordos.

5. Hidratação é vida

Deve beber entre 1,5 a 3 litros de água por dia para facilitar a eliminação de toxinas e melhorar a circulação. Também pode recorrer às infusões, como as de chá ou de gingko biloba (beneficia a irrigação cerebral).

Os meus truques extra:

 Massagem nas pernas

Sim. Massajar as pernas de baixo para cima alivia em caso de pernas inchadas.

Pernas para ar

Levantar um pouco os membros inferiores enquanto se está sentado ou mantê-las elevadas quando se está deitado favorece o retorno venoso. Para tornar a circulação mais fluída, erga as pernas alguns minutos por dia e durma com as pernas mais altas do que a cabeça, subindo ligeiramente a parte da cama onde repousa os pés, com uma almofada.

Suplemento BioActivo Biloba Forte

Todos os dias tomo alguns suplementos para me ajudarem em vários factores do meu dia-a-dia e um deles é o BioActivo Biloba Forte. Já vou na minha terceira caixa desde que fui convidada a experimentar  e já não dispenso.

Características de BioActivo Biloba Forte:
BioActivo Biloba Forte permite manter uma boa circulação sanguínea, por exemplo no cérebro e nos vasos sanguíneos. Deste forma, as células são fornecidas com mais oxigénio e nutrientes. Muitas pessoas também encontraram em BioActivo Biloba Forte uma boa solução para o problema das mãos e dos pés frios.
Devido ao teor elevado de extracto de Ginkgo biloba por comprimido, é possível obter o efeito desejado em 4 semanas, aproximadamente, apenas com 1-2 comprimidos por dia.
Quando o fornecimento de sangue às células e tecidos é reduzido, pode haver tendência para ter as mãos e os pés frios. BioActivo Biloba Forte pode ajudar o fluxo sanguíneo, desta forma deve-se evitar tomar produtos com Ginkgo biloba antes de uma cirurgia planeada (devido ao risco de hemorragia).

Espero que tenham gostado destas dicas e partilhem também as vossas nos comentários 🙂

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes