Boosters para acelerar o metabolismo

img_4590

Com a idade o nosso metabolismo fica mais lento, é um facto. E por isso é  que todos nós queremos saber como acelerar o metabolismo e os melhores impulsionadores do metabolismo.

Se eu tivesse três desejos de um génio da lâmpada, um deles talvez fosse parar o declínio metabólico 🙈. Como um nutricionista e mulher, as pessoas constantemente perguntam como acelerar o metabolismo – ou seja, o que querem saber é como ingerir uma quantidade de calorias e queimar sem não fazer nada. Há um mundo de afirmações falsas por aí e algumas chegam a ser ridículas.

Como acelerar o metabolismo?

  • Treino com pesos: Tantos homens e mulheres ignoram a sala de musculação porque pensam que a musculação não é para perder peso ou acelerar o metabolismo – errado! O músculo é muito mais metabólicamente ativo do que a gordura e queima mais calorias. É, portanto, se tornar de conhecimento muito comummente aceite que quanto maior a massa muscular, mais rápido  será o seu metabolismo. Aumentar a massa muscular em vez de cortar calorias para perder peso é considerada uma das melhores estratégias de perder peso sem danificar o seu metabolismo. Objetivo adicionar em pelo menos 1-2 sessões de treino com peso no ginásio para ajudar a manter ou construir a massa muscular para que seu metabolismo não fique mais lento  com a idade.
  • Coma quando está com fome e muitas vezes: Já ouviram dizer que esperar longos períodos entre as refeições pode ter o efeito negativo de abrandar o metabolismo, por isso é muitas vezes recomendado que você coma a cada 2-4 horas para impulsioná-lo. Concordo. Isso está definitivamente relacionado com a forma de acelerar o metabolismo. A pesquisa sugere que ter pequenas refeições regulares a cada poucas horas é uma boa maneira de manter o “fogo” a queimar todo o dia. Dito isto, eu nunca recomendaria comer mesmo quando  não tem fome. Eu não acredito em definir um horário  rigoroso das refeições, forçando-se a comer quando  não está pronto. Mas muitas vezes as pessoas não fazem as refeições intermediárias para não perderem o apetite  nas refeições principais e depois devoram uma montanha de comida numa só refeição, isso também não é uma boa prática. O ideal será comer sempre que sentir fome (sem obrigação de horários), pequenas quantidades e alimentos de qualidade para impulsionar o seu metabolismo.
  • A importância da proteína:  A adição de proteína na sua dieta não vai adicionar músculo (alimentos proteicos não são em si boosters metabolismo), a proteína é essencial para apoiar a massa muscular. Assim, este ponto está relacionado com o treino com pesos. Ou seja,  queremos ter a certeza de que estamos a comer proteína suficiente para suportar as necessidades de atividade física  – Segundo a última revisão da RDA (Recommended Dietary Allowances), a necessidade diária recomendada da ingestão de proteínas para os indivíduos é de 0,8g/kg de peso corporal/dia. Ou seja um indivíduo com 65 kg deve ingerir 52 g dia. Porém, à maior necessidade de proteínas apresentada por atletas, dependendo do tipo de exercício, a freqüência semanal, a duração e intensidade do esforço, assim como o tipo, a quantidade e o tempo de ingestão dos nutrientes (principalmente proteínas e hidratos).
  • Beba mais água fria: A teoria aqui é que ao beber água fria o corpo gera energia para aquecer, e que essa energia  queima calorias. Um pequeno estudo no Journal of Endocrinology and Metabolism  confirma que há  um aumento na taxa metabólica em 30%, após o consumo de 2 copos de água, os pesquisadores concluíram que esta ação queima poucas calorias adicionais por dia. Em outras palavras, não acho que apenas a água fria possa compensar a caixa de chocolates que comeu no fim-de-semana. No entanto, a água é extremamente importante para a saúde e / ou perda de peso em geral, porque é livre de calorias, essencial para todos os processos metabólicos e pode ajudá-lo a se sentir mais saciado antes ou durante uma refeição.
  • Café: O café  sido bastante estudado, mas a maioria dos estudos são feitos com tamanhos de amostra muito pequenos e, como a água, mostram efeitos insignificantes quando o café é consumido em quantidades normais (saudáveis). As descobertas mais significativas que eu vi foi um aumento de 5% sobre o gasto de energia de 24 horas que seria em algum lugar em torno da marca 75-100 calorias / dia. Isso seria bastante impressionante, mas eu gostaria de ver este estudo replicado  numa amostra maior. Também vale a pena notar que se colocar açúcar mo seu café,  vai definitivamente cancelar quaisquer ganhos metabólicos possíveis. No entanto o café quando consumido de forma saudável tem imensos benefícios e pode acelerar o metabolismo (veja este post)
  • Capsaicina: Capsaicina é o composto que faz pimento picante e consegue impulsionar o metabolismo. Embora a pesquisa em seres humanos ainda seja recente, um pequeno estudo no Journal of Science nutricional e Vitaminology descobriram que comer um pouco mais de um grama de pimenta vermelha pode ajudar a neutralizar o efeito de do declínio do metabolismo numa redução de 20% das calorias consumidas.
  • Ácidos Gordos de Cadeia Média (TCM’s): Os TCM contribuem para a termogénese, isto é, são responsáveis pelo aumento da temperatura corporal e pela elevação da taxa metabólica basal do organismo (acelera o metabolismo). O aumento do consumo de calorias pelo organismo, mesmo que este esteja em repouso, facilita a perda e o controlo do peso corporal.
Post introduzido por Denise Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.