Ceia sim ou não?

Leave a comment

img_4278

Olá Nutris!! Já falei aqui da importância que os lanches têm no nosso dia alimentar. Ora, a ceia também é um lanche, neste caso um lanche da noite. Deve fazê-la sempre que passam 3 horas do jantar e se vai deitar em 1h ou mais e claro, se tiver fome.

Se tiver fome, deve comer. Ao fazer um jejum noturno muito prolongado obriga o seu corpo a degradar mais “músculo” durante o sono e a absorver mais o que comer de manhã. Por outro lado o sono será menos profundo e reparador. Se estudar à noite ou trabalhar esta refeição é essencial, já que o açúcar é o principal combustível do cérebro.

No entanto, como a esta hora o metabolismo já está muito mais lento, é fundamental que a refeição seja leve e de fácil digestão. Se passar várias horas acordado à noite, pode optar por fazer 2 ceias, conjugando os seguintes exemplos:

–  1 gelatina de iogurte (tipo Corpos Danone 37 kcal)

– 1 copo de leite magro morno com canela

– 1 tosta/ bolacha integral barrada com ricota + 1 infusão

– 2 rolinhos de fiambre de aves e alface + 1 infusão

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Juicing – Detox de janeiro

fdc00912596
Leave a comment

fdc00912596

Eu sei que ja vamos quase a meio de janeiro mas não é tarde para fazer um Detox, em forma de recomeço. Permita que o seu corpo comece clean, dando margem para se sentir mais energético e  menos inchado.

 

RECEITA:
1 rodela de ananás (com a parte do meio)
1/2 pera com casca
2 rodelas de gengibre fresco
1/2 limões médios
Alecrim q.b
1 talo de aipo
2 c. sopa de sementes de sésamo
250 ml de infusão detox NutriMais ou água fresca

MODO DE PREPARAÇÃO
Lave muito bem os ingredientes e coloque-os no copo da liquidificadora, junte cerca de 2500ml de infusão e triture até obter uma mistura homogénea.
Ajuste a textura com água a gosto e sirva-o bem fresco com algumas sementes de sésamo como topping.

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Mitos sobre alimentação

img_4729
Leave a comment

img_4729

Nem tudo o que se ouve é verdade ou mentira. Descubra alguns mitos sobre alimentação e o que faz bem e mal.

Mitos na alimentação 

  • O azeite é uma gordura excelente e por isso não engorda. Falso. O azeite, apesar de ser uma gordura saudável, engorda tanto quanto as outras gorduras. Cada colher de sopa contém 10g e fornece 90 Kcal. É uma gordura excelente, rica em antioxidantes, que ajuda o funcionamento do aparelho cardiovascular e como tal, sempre preferível às outras gorduras, sobretudo as saturadas, mas o seu consumo deve ser sempre com conta, peso e medida.
  • Laranja com leite faz mal. Falso. Quando adicionamos alimentos com muita acidez ao leite, este pode coalhar. Muito provavelmente foi neste facto que se baseou o mito. Mas nenhum alimento tem a acidez do estômago. Aí o leite vai forçosamente coalhar, ainda que não seja ingerido com laranjas… Do ponto de vista nutricional, a laranja é rica em vitamina C e o leite é rico em cálcio. Quando se juntam a nível digestivo a Vitamina C favorece a absorção do cálcio. Por isso uma laranja consumida com leite ou outro derivado são uma combinação excelente.
  • Não se deve beber água quando se sua após exercício físico intenso. Falso. Sempre que se realiza exercício físico intenso há eliminação de grandes quantidades de água que se liberta durante o trabalho muscular para permitir a manutenção da temperatura corporal. Sendo a água o maior constituinte do nosso organismo (60-70% do nosso peso), tem que ser reposta o mais rapidamente possível para evitar a desidratação. Deve ser consumida à temperatura ambiente para não causar eventuais choques térmicos.
  • O pão integral é melhor para quem quer emagrecer. Falso. Desengane-se quem come este tipo de pão para emagrecer. Como já mencionei em post’s anteriores, não há nenhum alimento que emagreça. No entanto, os cereais integrais ou seus derivados como o pão, têm, no entanto, um maior teor de fibras que são fundamentais para uma maior e mais duradoura saciedade, evitando que se volte a comer tão rapidamente, e apresentando, simultaneamente, um maior valor nutritivo.
  • Posso comer toda a fruta que quiser. Falso. Quer dizer, pode mas não deve. A fruta contém frutose, um açúcar simples que pode ser consumido diariamente mas sem exagero. A quantidade de fruta recomendada diariamente é de 3 a 4 peças. Quem consome fruta em excesso não está a fazer uma alimentação saudável e poderá desencadear problemas de saúde.

Nutricionista Denise Gomes

Post introduzido por Denise Gomes

Quer mudar mas não sabe por onde começar?

img_4894
Leave a comment

img_4894

Ano Novo, novas metas, novos objetivos ou velhos objetivos com esperança renovada.

Quer muito mudar os seus hábitos alimentares mas não sabe por onde começar? Eu sei que a pior parte de uma mudança de hábitos é justamente o início. De forma geral não vemos os resultados no tempo que gostaríamos, o cansaço do dia a dia, o stress, são situações  que parecem sempre ir contra a nossa vontade e fazem com que tenhamos a impressão de que nunca vamos conseguir mudar, mas não é assim. Respeite o seu corpo, seja paciente e verá resultados. Mude para obter saúde e não apenas para perder ou ganhar peso.

Ficam aqui algumas dicas para o início de um novo estilo de vida saudável. Claro que cada um tem sua individualidade, mas tenho certeza que os conselhos abaixo podem ajudar.

1. Quer realmente mudar!
Para iniciar novos e bons hábitos e abandonar os velhos e maus precisa de querer muito. A determinação e a força de vontade são as chaves do sucesso. Independente do motivo, se é perda ou ganho de peso, curar ou previnir alguma doença ou melhorar o quadro geral de saúde. Tem de estar consciente que terá sempre os altos e baixos da vida e por isso tem que se manter firme nas suas convicções e vontades para continuar no seu plano. Queira ser a melhor versão de si mesmo… a mais saudável possível! Para atingir os objetivos, todo o esforço vale a pena, e os resultados só lhe trarão felicidade e qualidade de vida.

2. Defina um objetivo de longo prazo…e objetivos intermediários.

É importantíssimo definir um objetivo de longo prazo. Por exemplo: “Daqui 2 anos, como eu quero estar?”. Se o seu objetivo é perder peso, definir ou hipertrofiar, vá em frente mas tenha em mente que  tem que fazer as coisas de uma maneira saudável e responsável. Então, nada de achar que vai começar uma dieta louca e esperar que na próxima semana vai ter o abdómen todo o definido. Claro que definir objetivos em longo prazo parece um pouco vago, pois estão distantes e temos a impressão de algo não palpável. Para o ajudar a manter o foco, defina objetivos intermediários, mensais por exemplo. Assim vai vendo os resultados com mais frequência e a motivação e a confiança também aumenta.

3. Não deixe para amanhã. Comece agora!
Uma vez que já decidiu onde quer chegar, comece agora. Digo isto para não cair na tentação de recorrer às desculpas (que engordam) como:  “estou muito ocupado hoje, começo na segunda feira”, “Ah tenho aquela festa/viagem, vou começar a dieta depois”, “Hoje comi no restaurante X e já perdi o dia, então perdido por cem, perdido por mil”. São inúmeras as desculpas usadas para auto-sabotar o início de uma dieta ou a prática de exercícios físicos. Na vida  teremos sempre diversos momentos difíceis, pressão no trabalho, rotina confusa, mas temos de nos organizar e encontrar uma maneira de encarar esses momentos de forma diferente, tomando conta da nossa saúde e bem estar. Comece já nem que seja com pequenos gestos como, beber mais água e/ ou infusões; comer mais sopa, guarnecer o segundo prato com legumes.

4. Procure um nutricionista, faça uma reeducação alimentar
É fundamental o acompanhamento de um profissional da saúde para o orientar nessa mudança de hábitos. Informe o seu nutricionista dos seus objetivos, da rotina e do seu quadro geral de saúde para que o profissional adapte a dieta da forma mais adequada e equilibrada possível para o seu caso.

5. Cozinhe mais
Um hábito que ajuda muito no progresso dos seus objetivos é a preparação e confecção das refeições em casa. Em casa pode controlar as quantidades de gordura, sal e açúcar que adiciona na comida. Outro ponto importante é preparar a lancheira. Assim quando for  para o trabalho/ faculdade é só levar a com os lanches da manhã e da tarde e o almoço organizados… tudo prontinho e prático. Assim, garante que vai conseguir seguir o seu plano alimentar, e irá comer os alimentos saudáveis na hora sem precisar recorrer a restaurantes, padarias ou até mesmo saltar uma refeição.

Basicamente estes são os primeiros passos para que consiga atingir os seus objetivos. Faça todos os dias gestos que o deixarão mais próximo do seu objetivo. Por mais distante que possa parecer, tenha paciência, seja consistente, tenha sempre em mente seu objetivo e não perca o foco.

Nutricionista Denise Gomes

 

Post introduzido por Denise Gomes